#BCREADS NO. 6

#BCREADS NO. 6

#BCREADS NO. 6

Hoje trazemos-vos as nossas melhores leituras semanais provenientes da blogosfera portuguesa. Estamos muito contentes com o que temos lido ultimamente e por sabermos que a nossa blogosfera tem tanta qualidade e talento!

Sem mais demoras, aqui estão as nossas escolhas desta semana.

1. “Por que voltei a comer carne: a minha saúde ultimamente” – Joana de Vivre

Eu decidi ser Health Coach, porque quero ensinar as pessoas a ouvirem o seu próprio corpo. Eu acredito que o nosso corpo se cura a si próprio, quando dadas as condições adequadas. E, no que toca à alimentação, não existe nada de linear ou eternamente correcto. As nossas necessidades mudam com o tempo e com o espaço, e se há um ano e meio a alimentação vegana serviu de tratamento, hoje a minha necessidade é outra.”

Numa altura em que parece que toda a gente é nutricionista e toda a gente parece saber o que é melhor e pior para os outros, forçando neles as suas ideologias, surge-nos este post da Joana como uma lufada de ar fresco.

Não podíamos concordar mais com ela no que diz respeito a ouvir o nosso corpo, independentemente do que dizem os artigos “especializados” em alimentação e nutrição, bem como as pessoas à nossa volta. Há coisas que simplesmente podem não funcionar connosco e, nessas alturas, só o vamos saber se escutarmos bem os sinais que o nosso corpo nos envia.

Muito bom, Joana!

2. “À procura de motivação” – Andreia Moita

“Este blog surgiu da minha necessidade de me motivar a mim própria. E tem sido o meu balão para voar. Sinto-me absolutamente feliz quando estou a escrever aqui. Orgulho-me do que faço porque me faz sentido e acredito mesmo nisto. Descobri que o segredo era perceber aquilo que eu realmente gostava de fazer. E os meus propósitos mudaram. Encontrei aqui a minha motivação para ser positiva. E encontrei aqui também as minhas inspirações. Por causa do blog já conheci pessoas diferentes, já fiz coisas que nunca tinha feito, já li coisas que nunca tinha lido, já pensei coisas que nunca tinha pensado.”

Quem nunca se sentiu numa fase de pura desmotivação e desinspiração? Neste post que a Andreia escreveu em parceria com a psicóloga Filipa Jardim da Silva, tentam arranjar respostas para a eterna questão “de que precisamos, então, para nos sentirmos bem?”

No caso da Andreia, a solução passou muito pelo seu blog e isso é algo com que nos conseguimos tão bem relacionar! E vocês, também sentem que os vossos blogs são o vosso escape criativo e fonte de motivação e inspiração?

3. “A maternidade acorda-te para o teu corpo” – LollyTaste

Neste guest post da Susana Rodrigues (Bless Woman Agency), a autora conta-nos a sua incrível jornada pós-parto e como passou a amar o seu corpo ainda mais depois de ter sido mãe. Exactamente por não ter sido de forma imediata, esta história tocou-nos ainda mais. Outro aspecto de louvar neste texto é a honestidade e a transparência com que a Susana nos descreve o seu processo.

Uma leitura imperdível no blog da Vânia.

4. “Trabalhar e ter filhos em casa: todas as dicas” – Dias de uma Princesa

“Quando na semana passada pus uma fotografia com a Maria Luiza enfiada nas gavetas da secretária onde trabalho em casa – “como é fácil trabalhar em casa” – recibo algumas mensagens a pedirem-me dicas práticas, tipo “o segredo”.  tenho más notícias: eu estava a ser irónica. trabalhar em casa e ter no mesmo espaço uma criança pequena é um desafio cheio de imprevisibilidades. ou seja: tanto pode ser uma sequência de rotinas e produtividade como pode resultar na absoluta desistência – ou seja não conseguimos fazer nada!”

Ainda na onda da transparência e da maternidade, faz-nos todo o sentido destacar este post da Catarina no BCReads desta semana. Ser mãe e trabalhar ao mesmo tempo é complicado, mas trabalhar em casa e ter um bebé em casa ao mesmo tempo deve ser ainda mais desafiante! Se for o vosso caso, nada temam, a Catarina partilha convosco algumas dicas preciosas para tornar os vossos dias de malabarismo bebé-trabalho um bocadinho mais fáceis.

5. “Armário cápsula Outono/Inverno 2017” – Oh, Maria!

“Apesar da maioria dos armários cápsula terem um aspeto um pouco mais formal e adulto, não te deixes desanimar, é possível criar um armário cápsula com vários estilos diferentes, consoante os teus gostos. O requisito é apenas que mantenhas o esquema de cores combinável entre si, de forma a que praticamente todas as peças combinem umas com as outras.”

Temos acompanhado com muito interesse a construção do armário cápsula da Maria através do Instagram e, mais recentemente, também pelo blog. Adoramos o seu estilo minimalista e temos aprendido imenso acerca da organização e da versatilidade de um bom armário cápsula! Se também andam nesta saga de construir o vosso a pensar neste Outono-Inverno, não deixem de ver as sugestões da Maria neste post!

 

Esperamos que tenham gostado deste sexto BCReads. Para a semana há mais!

About the Author

Leave a Reply