#BCReads No. 1

#BCReads No. 1

#BCReads No. 1

Oh hey there!
Como mencionámos na newsletter desta semana, haverão muitas surpresas a revelar em breve. Umas grandes e bombásticas, outras mais modestas, mas nem por isso mais “pequenas”. A rubrica “BCReads” que começa hoje no nosso blog é uma delas.

—–

Bem-vindo/a ao nosso primeiro #BCReads!

O #BCReads será um apanhado de cinco posts que adorámos ler em cada semana. O objetivo é fomentar a leitura de mais blogs e mostrar-vos outros que podem ainda não conhecer.

Porque o Bloggers Camp tem como base os blogs e a blogosfera, esta rubrica fez-nos todo o sentido do mundo. E vocês, gostam da ideia?

Fiquem então com os nossos cinco posts favoritos desta primeira semana de #BCReads.

1. “Faz isto se quiseres ser mais criativo” – Deixa Ser

“No trabalho criativo, é impossível fugir à crítica. Em primeiro lugar, como disse em cima, porque a sua qualidade é altamente subjetiva. Aquilo que para uns é muito bom, para outros pode não ter qualidade nenhuma. […] se não estivermos abertos à crítica, será impossível melhorar a qualidade do nosso trabalho.”

Esta frase do post da Filipa resume muito bem a resposta ao porquê de ser tão difícil lidas com a crítica no trabalho criativo: “Pelo menos na matemática, a resolução de uma equação está certa ou errada, não há grande subjetividade.” Como esse é o background da Filipa, é compreensível que assim seja, mas mesmo para quem não vem das ciências exactas, continua a ser difícil aceitar críticas. Desconfiamos que sempre será assim, por mais construtivas e úteis que possam ser.

Mas então… o que podemos fazer em relação a isso? Para começar… ler o artigo da Filipa. 🙂

 

2. “Carta aberta à blogosfera” – Lucie Lu

“Desculpa se muitas vezes deixo os posts a marinar tempos infinitos na minha cabeça, tanto que deixam de fazer sentido. Desculpa se te troco as voltas e de hoje para amanhã mudo o nome do blogue… Mas eu própria sou mudança…
[…]
Obrigada por me tricotares à vida de outros bloggers de uma forma tão única e especial. A sério, obrigada de coração.
[…]
Blogosfera, não morras nunca.”

Esta “carta aberta à blogosfera” da Lúcia é um relato muito cru e honesto que menciona muitas das coisas que passam pela cabeça de muita gente. Já todos (ou quase todos) negligenciámos os nossos blogs em alguma altura, apenas para nos sentirmos algo culpados por tê-lo feito e, nessa altura, não conseguimos evitar sentir que podemos fazer bem melhor.

Por outro lado, também acontece muito lermos blogs que nos inspiram e sentirmos que não queremos que esta blogosfera tão rica e interessante acabe nunca.

Como nos relacionamos com as tuas palavras, Lúcia!

 

3. “5 Dicas de fotografia… para toda a gente” – A Sofia World

Que blogger não deseja melhorar os seus conhecimentos de fotografia? Neste post da Sofia não vão encontrar palavreado muito técnico, não se preocupem. Em vez disso, ela partilha connosco dicas que podem ser postas em prática por todos os aspirantes a fotógrafos desta blogosfera. No fundo, é uma espécie de manual “por onde começar” e “o que saber”.

4. “Como criar um “influenciador” e ganhar rios de dinheiro das marcas” – Update or Die

“Se você produz conteúdo, o raciocínio é o mesmo. Não vire um tabloideiro, não escreva para ganhar likes e seguidores. Tenha um propósito e honre as pessoas sobre as quais você tem, de fato, influência. Honre essa situação. Não caia na armadilha da grana fácil e rápida porque você será substituído por outro da modinha em um piscar de olhos se não construir reputação.”

Este é um artigo brasileiro, mas que tão bem se adapta à realidade – também – de Portugal. Em vários passos, o autor mostra-nos como é criado um “influenciador” do zero no Instagram. Fala-se de valores, de “maroscas” e do “vale tudo” para se criar um perfil altamente influenciador no Instagram. Vão imediatamente lembrar-se de várias contas que podem estar a seguir e que correspondem na perfeição à descrição.

Têm mesmo que ler o artigo para perceber melhor porque o adorámos sem que tenhamos que spoilar todo o conteúdo. Vocês vão entender. 😉

5. “How to survive slow months as a freelancer” – Somebody Elsa

“It’s not always easy to stay positive when you’re going through this but honestly what other choice do you have?

If everything goes well I won’t even have the time to do all these things before new work comes my way. But at least I’ll have a plan when it happens again.”

Se fazem algum tipo de trabalho como freelancers vão relacionar-se big time com este artigo da ilustradora Elsa Martins.
Não é incomum existirem meses mais “lentos” em termos de propostas de trabalho do que outros, mas… e que podemos fazer enquanto não recebemos emails a pedir trabalhos e orçamentos? A Elsa tem umas quantas boas ideias em relação a isso.

Uma leitura obrigatória para todos os freelancers e aspirantes.

 

Gostaram das nossas escolhas? 😀

Não percam o #BCReads da próxima semana (que isto agora vai ser recorrente), mas antes disso… as novidades que vão sair por aqui na próxima quarta-feira.

Usem também a hashtag #BCReads se encontrarem – ou escreverem – um artigo que acham que temos de ler! Seja no Twitter, Facebook ou Instagram.

 

Até lá Quarta-feira! 😘

About the Author

4 Comments

  • Filipa Maia 10/09/2017 at 21:09

    Oh, muito obrigada! Fiquei mesmo contente =)

  • Marta Chan | Viver a Viajar 11/09/2017 at 09:32

    Que nova rubrica tão fantástica! Já tinha lido o da Lucia e o da Elsa e acho que até deixei um coração no bloglovin dos dois =) só significa que o BC tem bom gosto hehe
    Já estou ansiosa para o da próxima semana mas entretanto vou ler as outras recomendações.

  • Inês Lopes 11/09/2017 at 11:11

    Adorei! E estou obviamente a adorar o website! Design clean mas dinâmico e apelativo!
    Continuem no excelente caminho <3

    pt.witkonijn.net

  • Filipa Ferreira 14/09/2017 at 14:03

    Uau! Glad you did it!
    São tantos os posts que nos passam pelas mãos e assim é tão mais fácil de os compilar. Grande ideia! Obrigada meninas