5 Coisas Que O Teu Blog Precisa para Ser Legal

5 Coisas Que O Teu Blog Precisa para Ser Legal

5 Coisas Que O Teu Blog Precisa para Ser Legal

No Bloggers Camp de 2016 tivemos um workshop dado pela Joana Magalhães, a nossa advogada, que falava das coisas chatas de ter um blog: regras, leis, legislações… you name it. Mas isso foi em 2016 e ainda existe muita gente em 2017 que não sabe o que é preciso para ter o blog dentro das conformidades da lei de forma a não terem problemas no futuro – sobretudo se usam esse blog como negócio.

A pensar nisso, decidimos fazer esta publicação com um apanhado daquilo que ensinámos o ano passado e de forma a dar acesso a quem não foi ao Bloggers Camp desse ano. Há muitas coisas em que pensar, mas é nosso dever lembrar-vos que esta parte legal é muito importante. Provavelmente uma das coisas mais importantes que vão fazer pelo vosso blog nos próximos tempos.

Fiquem então com os must haves legais que precisam para o vosso blog.

DECLARAÇÃO DE PRIVACIDADE

Vocês precisam disto se obtém informação pessoal no vosso blog (newsletters, passatempos, etc). A maioria dos blogs e dos sites recolhe informação pessoal (nomes, informações de cartões de crédito se tiverem uma loja, e-mails) através de comentários ou do uso dos cookies. Se isto se encaixa com o vosso blog, precisam de dizer aos vossos leitores que informação recolhem, como o fazem e o que vão fazer com isso.

A LER: Is Your Website Missing This? You Could Be Breaking the Law

TERMOS E CONDIÇÕES

Encarem os termos e condições como as “regras” do vosso blog. Isto é, onde dizem aos vossos leitores qual é o tipo de comportamento que é aceite no vosso espaço – tanto da vossa parte (como donos do blog) como da parte dos visitantes ou leitores. Podem avisá-los das políticas de funcionamento e adverti-los de que coisas como, por exemplo, comentários ofensivos não serão toleradas.

A LER: Terms & Conditions – Protecting Your Business So You Don’t Have To Stay Up At Night

COPYRIGHTS

Os copyrights são sistemas legais que ajudam a proteger trabalho criativo. Os copyrights dão aos criadores dos trabalhos o controlo sobre a cópia, utilização, venda, etc., do seu produto original. O vosso conteúdo do blog e qualquer trabalho original como fotografias ou elementos gráficos são protegidos, automaticamente, pelo copyright.

Mas, mesmo que exista essa protecção, continua a ser boa ideia relembrar aos outros dos vossos direitos de copyright. Podem fazer isto incluindo um texto curto e generalizado em todas as páginas do vosso blog, com o vosso nome/nome do blog (ou negócio), o símbolo de copyright e os anos de publicação. Devem também incluir um copyright maior algures no vosso blog a indicar que vocês não estão de acordo (ou se calhar até estão) com o facto de outros usarem o vosso trabalho sem permissão.

CONTEÚDO PATROCINADO

Já devem ter ouvido falar da lei que foi posta em vigor recentemente em Portugal que obriga a marcar todo o conteúdo patrocinado nos blog. Basicamente isso serve para proteger os consumidores de marketing e publicidade injusta e disfarçada. De acordo com a lei devem avisar os vossos leitores sempre que o post sobre determinado produto resulte de um trabalho em parceria com uma marca. E isto aplica-se seja um post patrocinado, a terem recebido um artigo de graça em troca de uma review, a terem um link de afiliado ou uma comissão sempre que alguém compra através do vosso link, ou a qualquer outro tipo de relação com a companhia e/ou marca.

No geral, o vosso aviso tem de ser claro e conciso de maneira a que não levante dúvidas. O objectivo é fazer com que os consumidores tenham plena noção de que o que estão a promover é patrocinado e que, dessa forma, consigam fazer uma decisão completamente informada.

A LER: Opinião ou publicidade? Bloggers obrigados a fazer distinção

DISCLAIMERS

Um disclaimer é, basicamente, uma maneira de vocês dizerem que o conteúdo do vosso blog deve ser lido tal como ele é. Não estás a oferecer conselhos profissionais e não serás responsável se alguém pegar no teu conteúdo e depois tiver um problema. 
Por exemplo, no caso de teres um blog em que abordas temas como a nutrição e o exercício físico, por exemplo, é sempre boa ideia referires através do disclaimer que o que dizes nos teus posts é fruto da tua experiência pessoal e aprendizagens e que não é a opinião de um profissional da área.

Isto pode ser básico, mas é muito importante pôr essa informação. Podem incluir o vosso disclaimer na zona de termos e condições do vosso blog. 

A LER: How to Write a Blog Disclaimer (Stay Legal & Safe, Please!)

 

Esperamos que tenham gostado e, qualquer dúvida que tenham, não hesitem em deixar-nos os vossos comentários! Entretanto, se tiverem mais sugestões de dicas legais para tornar todos os nossos blogs mais legítimos, por favor avisem, para nos podermos manter actualizados e com tudo dentro dos conformes 🙂

About the Author

Leave a Reply